in

Microsoft alega estar sob ataque da China

A Microsoft está sob ataque. A grande ameaça – vindo da China segundo a empresa – dessa vez tem a chance de perturbar não apenas sua empresa, mas os próprios sistemas em que nossa economia e até mesmo a sociedade estão funcionando.

Recentemente, a Microsoft anunciou que um grande ataque hacker causou problemas para uma grande quantidade de usuários corporativos.

A Microsoft afirma que o governo chinês é o patrocinador do ataque hacker e que foi uma operação estatal destinada a paralisar a empresa. O último ataque é atribuído a um grupo chamado Hafnium. Aparentemente, trata-se de um coletivo de hackers trabalhando na mesma rede e supostamente patrocinados pelo governo chinês.

A empresa deixou bem claro quem eles acham que estava por trás do ataque a seus sistemas e o possível objetivo: a preocupação é que tudo isso é parte de um esforço maior da China para comprometer os sistemas, as informações financeiras e até os segredos comerciais dos Estados Unidos.

A Microsoft contra-ataca

Até o momento – nessa guerra digital – a Microsoft lançou uma série de patchs de segurança com o objetivo de impedir que os hackers continuassem a evoluir dentro de sistemas, como servidores de de e-mail, por exemplo, mas a essa altura, o dano já está feito. As medidas são para que isso não repita e dificultar novos ataques.

Não sabemos como o NOVO governo dos Estados Unidos responderá se este for, de fato, um ataque patrocinado pelo Estado pela China.

Até lá, a orientação da Microsoft para seus usuários é mudar suas senhas periodicamente, habilitar a autenticação de dois fatores nas contas e permitir atualizações de segurança sempre que possível.

Mais notícias em breve.

Written by Eduardo Blues

Sobrevivente dos anos 80, músico e responsável pela parte de GAMES e TECNOLOGIA no Multiverso.

What do you think?

743 points
Upvote Downvote

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0